Entrar
Clique aqui para entrar

Festival MANA 2.0 - Zine Cultural

Dez
12
2020

Festival MANA 2.0



Confira a programação dos shows da segunda edição do Festival Mana.


  • 12/12 (Sáb) a 12/12 (Sáb) - 20:10 até 22:00 | Online
  • 13/12 (Dom) a 13/12 (Dom) - 19:30 até 20:30 | Online
  • 18/12 (Sex) a 18/12 (Sex) - 19:00 até 20:00 | Online
  • 18/12 (Sex) a 18/12 (Sex) - 20:00 até 21:00 | Online
  • 19/12 (Sáb) a 19/12 (Sáb) - 19:00 até 20:00 | Online
    • 19/12 (Sáb) a 19/12 (Sáb) - 20:00 até 21:00 | Online

Ingressos

Nos eventos que oferecem a possibilidade de ingressos "meia-entrada", é necessário comprovar a condição com documentação específica.

EVENTO JÁ REALIZADO

O Festival Mana 2.0 ocorre entre os dias 12/12 e 19/12 (sábados). No evento, mulheres indígenas, negras, cantoras, instrumentistas, rappers, produtoras, técnicas e jornalistas são protagonistas.

 

São mais de 40 mulheres da Amazônia e de diversas regiões do Brasil no evento. Shows, painéis de debate, oficinas, mostra de videoclipes e projeções mapeadas nos centros urbanos do Brasil fazem parte da programação.

 

Este ano, o projeto homenageia Dona Onete, compositora e cantora que se tornou símbolo da cultura paraense e desponta internacionalmente como grande mestra do carimbó chamegado.

 

A transmissão gratuita ocorre por meio da plataforma Twitch.

 

Programação

 

•12/12 (sábado), às 20h10 - Suraras dos Tapajós

•13/12 (domingo), às 19h30 - Chorinho das Manas

•18/12 (sexta), às 19h - As Brabas do Norte: Nic Dias e Bruna BG

•18/12 (sexta), às 20h - MC Tha

•19/12 (sábado), 19h - Keila

•19/12 (sábado), 20h - Tulipa Ruiz


👉🏻As demais programações (painéis de debate, oficinas e mostra de videoclipes) estão disponíveis no site do Festival.

 

 

Sobre o Festival

 

O MANA surgiu em Belém em 2017 com uma proposta inédita de evento na Amazônia: ser um festival de música e feminismo. Pela primeira vez, a filósofa negra e ativista Djamila Ribeiro falou ao público de Belém e o evento fez história ao debater raça e gênero.

 

A estreia do festival provocou o surgimento da primeira banda de guitarrada formada por mulheres. O duo Guitarrada das Manas foi criado a partir de uma troca de ideias fomentadas no festival, e fez sua primeira apresentação no palco do MANA em 2017.

 

 

O Zine Cultural não se responsabiliza por alterações de última hora efetuadas na programação deste evento sem comunicação prévia à redação.
Publicidade

Você também pode gostar!

Zine Imóveis
// Imóveis em destaque!

Publicidade