Entrar
Clique aqui para entrar

I Fórum de Discussão da Sepse em Juiz de Fora - Zine Cultural

Set
13
2018

I Fórum de Discussão da Sepse @ Santa Casa



Juiz de Fora recebe o I Fórum de Discussão da Sepse, na Santa Casa de Misericórdia, com a finalidade de discutir e alertar sobre uma dos doenças que mais mata no Brasil.


Ingressos

Nos eventos que oferecem a possibilidade de ingressos "meia-entrada", é necessário comprovar a condição com documentação específica.

EVENTO JÁ REALIZADO

No dia 13 de setembro (quinta-feira), Juiz de Fora recebe o I Fórum de Discussão da Sepse, na Santa Casa de Misericórdia, de 19h ás 22h. A finalidade do evento, que ocorre no Dia da Mundial da Sepse, é alertar os profissionais da saúde a desconfiarem da infecção para evitar diagnósticos tardios, a partir de discussões com profissionais do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH’s), que participam de discussões sobre experiências no manejo da doença. A participação é gratuita, com inscrições efetuadas previamente e vagas limitadas.

 


Imagem ilustrativa (retirada da internet)

 

Inscrições


Para se inscrever, clique no botão de inscrição abaixo para ter acesso ao formulário, que deve ser preenchido e encaminhado para o e-mail ccih@santacasajf.org.br

 

 

A Sepse

 

A Sepse é uma inflamação generalizada do próprio organismo, contra uma infecção que pode estar localizada em qualquer órgão. Ela pode levar à parada de funcionamento de um mais órgãos, com risco de morte quando não descoberta e tratada rapidamente. De acordo com o Instituto Latino Americano de Sepse (ILAS), a sepse é a principal causa de mortes nas unidades de terapia intensiva (UTI) e mata mais do que o infarto do miocárdio e alguns tipos de câncer. O Brasil tem uma das mais altas taxas de mortalidade do mundo pela sepse. Estima-se que 400 mil novos casos são diagnosticados por ano e 240 mil pessoas morrem anualmente.

 


Santa Casa de Juiz de Fora (Foto: Zine Cultural)

 

Palestrantes convidados

 

• Simone Lopes de Almeida Pifano (moderadora)
Médica infectologista com residência em clínica médica e infectologia pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Membro titular da Sociedade Brasileira de Infectologia. Infectologista da Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora, ASCOMCER e do Hospital de Pronto Socorro da PJF. Presidente da CCIH da Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora e ASCOMCER.


• 19h: Dr. Jaques Sztanbok
Médico assistente da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas de SP, Intensivista e coordenador do CTI do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, Médico intensivista e coordenador da UTI do Hospital Cruz Azul de SP.


• 19h50: Cristiane Marcos Soares Dias Ferreira
Médica infectologista com residência em clínica médica e infectologia pela Universidade Federal de Juiz de Fora, Pós graduação em CCIH pela UNIFESP. Supervisora de assistência especializada do departamento de DST, AIDS e hepatites virais da Prefeitura de Juiz de Fora. Atuação na CCIH da Santa Casa de Misericórdia de Juiz de fora e Hospital e Maternidade Terezinha de Jesus.


• 20h10: Rodrigo Daniel de Souza
Formado em Medicina em pela UFJF (1995-2001), residência médica em Infectologia (2001-2004). Médico infectologista e chefe do Setor de Vigilância em Saúde e Segurança do Paciente do Hospital Universitário da UFJF, médico infectologista do Hospital de Pronto Socorro da Prefeitura de Juiz de Fora, Investigador Principal em Doenças Infecciosas do Centro Mineiro de Pesquisas - CMIP.


• 20h30: Eduardo C. Siqueira 
Médico infectologista pelo Instituto de Infectologia Emílio Ribas e Título de Especialista pela Associação Médica Brasileira, Infectologista do Hospital Regional João Penido, Hospital Monte Sinai e Hospital de Pronto Socorro (HPS). Atuação nos Serviços de Controle de Infecção Hospitalar, clínica médica e terapia intensiva.


• 21h: Cassimiro Baesso Júnior
Médico pela UFJF. Residências em Anestesiologia e Infectologia pela Universidade de São Paulo.  Especialista em Terapia Intensiva . Coordenador do programa de Residência Médica de Infectologia do Hospital Universitário da UFJF. Responsável pela CCIH do Hospital Albert Sabim.

 


 

O Zine Cultural não se responsabiliza por alterações de última hora efetuadas na programação deste evento sem comunicação prévia à redação.
Publicidade

Você também pode gostar!

Zine Imóveis
// Imóveis em destaque!

Publicidade