Entrar
Clique aqui para entrar

Prevenção das arritmias cardíacas e morte súbita @ JF - Zine Cultural

Nov
10
2018

Prevenção das arritmias cardíacas e morte súbita @ Juiz de Fora



A campanha de prevenção das arritmias cardíacas e morte súbita em Juiz de Fora ocorre em dois dias, na UFJF e Santa Casa de Misericórdia.


Ingressos

Nos eventos que oferecem a possibilidade de ingressos "meia-entrada", é necessário comprovar a condição com documentação específica.

EVENTO JÁ REALIZADO

Nos dias 10 e 12 de novembro, ocorre a Prevenção das Arritmias Cardíacas e Morte Súbita em Juiz de Fora, na UFJF e na Santa Casa de Misericórdia, respectivamente. Com atuação do Serviço de Cardiologia do HU-UFJF e da Liga Acadêmica de Cardiologia da Faculdade de Medicina da UFJF, a campanha quer conscientizar a população sobre a importância de boas práticas de saúde, como a atividade física regular e a consulta periódica a um profissional especializado. As recomendações incluem controle de peso, da pressão arterial e do diabetes, além de alimentação com pouco sal.

 


Imagem ilustrativa (retirada da internet)

 

Programação

 

10/11 (Sábado) | 08h30 às 13h | UFJF

• Tema: Coração na Batida Certa

 



12/11 (Segunda-feira) | 08h às 12h | Pátio da Santa Casa de Misericórdia

• Atividades: Aferição de pressão arterial, peso e medida abdominal, aula prática sobre como fazer massagem cardíaca, distribuição de folders.

• Coordenação: Dr. Hélio Lima de Brito Jr.

• Organização: Liga Acadêmica de Cardiologia da UFJF

 


Santa Casa JF (Foto: Zine Cultural)

 

Segundo dados da Sociedade Brasileira de arritmias cardíacas, as doenças cardíacas matam mais que 300 mil pessoas por ano e atingem quase 20% da população brasileira. Em Juiz de Fora, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, cerca de 700 pessoas foram a óbito por causa de doenças do coração. O alerta explica porque a doença é  silenciosa e causada por falhas nos estímulos elétricos que provocam alteração no ritmo das batidas do coração. Com maior incidência  no sexo masculino, é responsável por 80% a 90% dos casos de morte súbita. A prevalência maior se dá na faixa etária entre 45 e 75 anos. A doença também acomete pessoas na faixa etária mais produtiva da vida e de muitos atletas, geralmente jovens e saudáveis.

 


 

O Zine Cultural não se responsabiliza por alterações de última hora efetuadas na programação deste evento sem comunicação prévia à redação.
Publicidade

Você também pode gostar!

Zine Imóveis
// Imóveis em destaque!

Publicidade