Entrar
Clique aqui para entrar

Programação Cultural @ Teatro Paschoal Carlos Magno - Zine Cultural

Mar
03
2018

Programação Cultural @ Teatro Paschoal Carlos Magno



Após 37 anos, a reinauguração do Teatro Paschoal Carlos Magno em Juiz de Fora abre as portas para o público com programação musical e teatral gratuita. Confira!


Ingressos

Nos eventos que oferecem a possibilidade de ingressos "meia-entrada", é necessário comprovar a condição com documentação específica.

EVENTO JÁ REALIZADO

Após 37 anos, Juiz de Fora recebe a reinauguração do Teatro Paschoal Carlos Magno. A conclusão do novo equipamento cultural é uma expectativa antiga da classe artística e da população. Na sexta-feira (02/03) ocorre no local uma solenidade para convidados. No fim de semana, nos dias 3 e 4, o teatro é aberto ao público, com apresentações musicais e o espetáculo “Calango Deu! Os Causos da Dona Zaninha”, da Companhia Caititu, que será encenado nos dois dias. Baseada na cultural popular mineira, a peça é escrita e encenada por Susana Nascimento. 

 


Teatro Paschoal Carlos Magno em Juiz de Fora (Foto: Marcelo Ribeiro)

 

Ingressos

 

Os  convites que são distribuídos na sede da Funalfa (Avenida Rio Branco 2.234 – Centro), na sexta-feira, dia 2, das 9 às 17 horas. Cada pessoa poderá retirar até dois convites, mediante apresentação do CPF. Também haverá distribuição de convites na portaria do Paschoal, nos dias 3 e 4, a partir das 18 horas.

 

Programação 

 

03/03 (Sábado)


15h e 16h: Visitas guiadas, com agendamento prédio pelo e-mail imprensa.funalfa.pjf@mg.gov.br

• 17h: Show com Joãozinho da Percussão e Cacaudio

• 19h: Espetáculo teatral “Calango Deu! Os Causos da Dona Zaninha”

 



04/04 (Domingo)



15h e 16h: Visitas guiadas, com agendamento prédio pelo e-mail imprensa.funalfa.pjf@mg.gov.br

• 17h: Show com Dudu Lima

• 19h: Espetáculo teatral “Calango Deu! Os Causos da Dona Zaninha”

 

 

O Teatro Paschoal Carlos Magno

 

A história da casa de espetáculos teve início em 1979 quando o dramaturgo carioca Paschoal Carlos Magno (1906-1980) esteve em Juiz de Fora para prestigiar uma peça do Grupo Divulgação. Na ocasião, ele sugeriu ao então prefeito Francisco de Mello Reis que erguesse um teatro municipal.

A obra teve início em 1981. No entanto, os trabalhos foram marcados por imprevistos, como a instabilidade do terreno escolhido e a necessidade de indenizar proprietários de imóveis vizinhos, cujas estruturas foram abaladas. Com o estrangulamento orçamentário provocado pelos gastos não programados, as obras foram suspensas e não figuraram como prioridade nas administrações subsequentes. O sonhado teatro municipal ganhava então o estigma de “elefante branco”, que perdurou por anos no imaginário dos juiz-foranos.

 


Teatro Paschoal Carlos Magno em Juiz de Fora (Foto: Marcelo Ribeiro)



Em 2018, ano em que a Funalfa completa 40 anos, o Teatro Paschoal Carlos Magno finalmente abandona o status de teatro inacabado para consolidar-se como realidade. A cidade recebe um centro difusor de cultura no qual poderá escrever novas histórias e viver novos sonhos. 

Com uma estrutura moderna e multiuso, o equipamento tem condições de abrigar as mais variadas manifestações artísticas, do teatro à dança, das artes plásticas à música. A plateia tem 403 lugares, além de área destinada a cadeirantes.

O Zine Cultural não se responsabiliza por alterações de última hora efetuadas na programação deste evento sem comunicação prévia à redação.
Publicidade

Você também pode gostar!

Zine Imóveis
// Imóveis em destaque!

Publicidade