Entrar
Clique aqui para entrar

Adote um Cara - Zine Cultural

Blog

Adote um Cara

Por: Natália Andrade

Imagina entrar em um mercado em que nas prateleiras existem homens, dos mais variados tipos, e você escolhe qual deseja comprar, com base nas características que te atraem e gostos similares. Essa é a ideia do AdoteUmCara, um site que surgiu na França em 2008 e hoje tem mais de 8 milhões de membros. A rede social, que chegou ao Brasil no final de 2013, propõe que mulheres coloquem homens em seus carrinhos e, a partir disso, os homens podem entrar em contato com elas. Tudo é feito de forma bem humorada e com o consentimento das pessoas envolvidas (aí que está a diferença para outras redes sociais que foram polêmicas nos últimos tempos). Todo o trabalho é feito no escritório da França e diretamente de lá batemos um papo com a Clara Bizien, do departamento internacional do Adote.

 
Por que vocês resolveram trazer a ideia para o Brasil?
 
Temos mais aderência em países latinos, abertos a um site inovador onde as mulheres têm o papel principal, podendo escolher os homens que quiserem para conversar ou se relacionar. No Brasil não existia um site com essa proposta, focado em jovens, sobretudo mulheres. Em 2011 a imprensa brasileira falou muito sobre o site francês por causa da “loja” que abrimos em Paris durante uma semana onde as mulheres podiam escolher homens... de verdade na vitrine! Havia um público esperando por este tipo de conceito no Brasil, então lançamos o site no final de 2013.
 
Durante o tempo da internet discada, muita gente firmou relacionamentos através dos antigos chats. Depois de um tempo essa “modalidade” se tornou pejorativa e até perigosa. Mais recentmente, conhecer gente através de aplicativos e redes sociais voltou a fazer sucesso entre o público mais jovem. Como vocês veem essa tendência?
 
O AdoteUmCara começou como um fórum voltado para festas em Paris. Com a rápida evolução do uso da internet, o site se converteu numa rede social não só voltada para relacionamentos, mas também como uma plataforma para conhecer pessoas que compartilham as mesmas ideias vanguardistas e com bom senso de humor. A geração jovem atual está totalmente interconectada e adaptada ao mundo virtual. Os aplicativos e redes sociais fazem parte do cotidiano e não são vistos de forma pejorativa ou perigosa. O sucesso no Brasil foi tão rápido que o site não foi suficiente, por isso lançamos o aplicativo para iPhone e em breve lançaremos para Android. Sabemos que o futuro das redes sociais está na conexão rápida e fácil através dos smartphones. 
 
Vocês acreditam que possam surgir relacionamentos duradouros/sérios através dessas ferramentas onlines? Conhecem algum caso?
 
Não temos dados estatísticos totais sobre isso, pois não temos conhecimento sobre o que acontece entre os membros. Mas já recebemos relatos por e-mail de membros brasileiros que acabaram tendo um relacionamento sério (vários casais de namorados e até mesmo um casamento!). Recentemente vimos que Lucas Salles do CQC está inscrito, esperamos que ele encontre sua metade.  Na França casais que se conheceram via o AdoteUmCara já tiveram até filhos, então por que não dar frutos também no Brasil?
 
Qual o objetivo de vocês a longo prazo?
 
Depois de 8 meses já temos uma forte comunidade de membros que é totalmente engajada no site. Até o final de 2014 queremos duplicar tal comunidade. Os números são promissores porque o crescimento é constante desde o lançamento. Além disso, os membros visitam o site em média 15 minutos por dia. Vamos seguir abrindo em novos países também!
 
E aí, preparados para adotarem e serem adotados? Se alguém descobrir o amor da sua vida, lá no AdoteUmCara, não deixa de contar pra gente!
Zine Imóveis
// Imóveis em destaque!
Publicidade