Entrar
Clique aqui para entrar

Mensagens musicais compartilhadas - Zine Cultural

Blog

Mensagens musicais compartilhadas

Por: Natália Andrade

Como você já deve saber, nossa querida terrinha é um celeiro maravilhoso de músicos. Seja com as grandes bandas ou com os grupos independentes, Juiz de Fora está muito bem representada quando o assunto é música! E como Zine adora descobrir (e apresentar para vocês) novidades nessa área, hoje vamos falar da Condenados Livres. A banda é recente, porque surgiu mesmo no ano passado, mas já tem até CD gravado. Formado por Ueslei, Eder e Ricardo, o trio escolheu esse nome inspirado em uma frase do filósofo francês Jean Paul Sartre. Ficou interessado em descobrir uma nova banda para sua playlist? Então chega mais e confira esse bate-papo com o Eder!



Por que vocês decidiram criar uma banda? E como surgiu essa formação do trio?
O nosso projeto musical teve início por volta do ano de 2002, quando as primeiras composições musicais foram criadas. Eu (Éder) e meu irmão, Ueslei Bonin (autor de quase todas as letras), tocávamos juntos em encontros de amigos, bares e festas de faculdade. Com o passar do tempo fomos reunindo nossas ideologias em forma de letras a arranjos. Em 2015, resolvemos que estava na hora de compartilharmos nossas músicas, pois elas traziam mensagens com significados muito fortes e poderiam fazer sentido nas vidas das pessoas. Então, convidamos o Ricardo Bartoli (percussionista e baterista) para compor o grupo, uma vez que já havíamos tocado juntos em outras ocasiões. As contribuições dele vieram a somar com os nossos planos e foi possível dar seqüência ao processo de gravação do nosso primeiro disco. 


Como vocês conciliam o trabalho do grupo com as outras profissões?
Todos nós temos diversas atividades profissionais que consomem muito do nosso tempo: eu sou Administrador e Empresário, Ueslei é Arquiteto e somos sócios em vários empreendimentos; Ricardo é Advogado. Apesar de nossas atribuições, ensaiamos duas vezes por semana. Todas as quartas-feiras nos reunirmos em estúdio para passar o som e nos finais de semana continuamos nossos ensaios na casa do Ricardo, com foco maior em criar arranjos e temas para as letras. A música está sempre presente em nossas vidas! O Ricardo tem uma bateria em casa e eu e meu irmão mantemos instrumentos em casa e na empresa. Nos intervalos do cotidiano nos divertimos um pouco. 


Quais são as maiores inspirações musicais da banda?
Nós crescemos ouvindo grandes bandas e artistas nacionais e internacionais e vários deles nos servem de inspiração diária. Posso citar, dentre as bandas internacionais, Pink Floyd, Led Zeppelin, Supertramp, B.B. King, The Doors, Beatles e vários outros. Já dentre os nacionais, cito Engenheiros do Hawaii, Nenhum de Nós, Legião Urbana, Barão Vermelho, Ira!, 14 Bis, Milton Nascimento, Beto Guedes, Lô Borges e muitos outros.


Como foi o processo de gravação desse CD?
Para a gravação no nosso primeiro álbum, “Enquanto todos dormem”, escolhemos uma versão mais acústica das músicas. Para isso, contamos com o apoio e orientação de um grande amigo nosso, o Sérgio Leite, que é professor de música e possui um estúdio em sua casa. Como, até então, nós nunca havíamos estudado música, as contribuições técnicas de um profissional da área foram fundamentais. Todo o nosso trabalho é independente e, com isso, fazemos tudo no nosso tempo. Acreditamos que o resultado da gravação ficou bem legal. O nosso CD está disponível no site do CDBABY e na Planet Music; e também em quase todos os buscadores de música na internet (Deezer, Spotify etc). 



E quais são os planos para o futuro?
Nós estamos planejando realizar um show de lançamento do CD, que deve acontecer nos próximos meses. Para esse evento, vamos tocar com a seguinte composição instrumental: Ueslei Bonin (voz, guitarra, violão e gaita), Eder Bonin (baixo, violão e voz) e Ricardo Bartoli (bateria). Temos outro projeto também em andamento, que é a gravação do segundo álbum. De acordo com os nossos planos, a gravação deve começar no segundo trimestre de 2017. Pretendemos seguir compondo mais letras e gravando sempre, porque tudo isso é muito bom para nós! Temos muitos amigos que já se tornaram fãs e grandes incentivadores desses esforços, portanto nossa ideia é seguir em frente, incluindo a música em todos os nossos projetos de vida. Já tivemos alguns convites para realização de shows, mas estamos trabalhando para conseguir realizar tudo de uma forma mais tranquila, com uma apresentação digna dos nossos seguidores, aos quais temos muito a agradecer!


Zine Imóveis
// Imóveis em destaque!
Publicidade