Entrar
Clique aqui para entrar

Carrossel de Emoções - Zine Cultural

Blog

Carrossel de Emoções

Por: Letycia Cardoso

Com 11 ritmistas e quatro vocalistas, o primeiro Bloco Funk já é sensação no Brasil todo. A ideia de criar o Carrossel de Emoções surgiu pela observação de outros blocos temáticos como Toca Raul, Exalta Rei, Sargento Pimenta e pela vontade de trabalhar com o ritmo que marcou a adolescência dos integrantes. A partir de então, o grupo conquistou lugar no coração de foliões e o sucesso não parou mais. Confira a entrevista com Fernando Bittencourt, um dos vocalistas.


 

Por que escolheram uma canção de Claudinho e Buchecha para nomear o grupo?

F.B. - Acho que a escolha do nome Carrossel de Emoções foi um golaço, pois retrata bem nosso trabalho. Além dessa música ter sido um grande sucesso do funk melody nas vozes de Claudinho e Buchecha, que são ídolos pra gente.  


O sucesso de vocês aumenta cada dia mais, já tendo participado de programas como BBB e Encontro. Como é esse reconhecimento?

F.B. - Confesso que chega a ser surpreendente. Temos apenas um ano e meio de estrada e já conquistamos bastante coisa, indo a programas como BBB, Encontro com Fátima Bernardes e Esquenta, além de vários dos mais de 150 shows que já fizemos serem em palcos renomados, em todo o Brasil, e já termos cantado e dividido o mesmo palco ou evento com artistas como Ivete Sangalo, Jota Quest, SPC, Thiaguinho, entre outros. Sem esquecer, é claro, de ídolos do funk como Buchecha, Mr. Catra, Mc Marcinho, Mc Sapão e Mc Cidinho.

Qual o show mais emocionante que vocês já fizeram?

F.B. - Já tivemos vários shows históricos, mas acredito que um momento muito marcante foi quando participamos do Cerveja e Cia, em Porto Seguro, ao lado da Ivete Sangalo. Um show marcante que eu citaria é o de nossa festa autoral, "Embarque nesse Carrossel", que realizamos no Morro da Urca, em agosto passado, com vários convidados como: Sandra de Sá, Mv Bill e Melanina Carioca. Foi realmente incrivel! Sem esquecer, é claro, dos mais de dez shows que já fizemos em Juiz de Fora. Todos, sempre maravilhosos!

Vocês entram no palco e não param, fazendo a galera dançar e cantar o tempo todo. Como é a preparação para cada show? Tem alimentação/ exercícios especiais?

F.B. - Procuramos sempre nos alimentar muito bem antes das apresentações, pro pique permanecer sempre lá em cima. E com a ajuda da galera, tudo fica mais fácil!  

E superstição? Antes dos show tem algum ritual que não pode faltar?

F.B. - Fazemos sempre uma corrente pré-show com todos da banda. É um momento marcante nosso e que nunca deixamos de fazer. Ali colocamos toda nossa energia e ela retrata exatamente o espírito do nosso show!

Como surgiu a ideia do Cardosão imitar o Catra?

F.B. - A ideia surgiu da própria semelhança entre os dois, que inclusive são grandes amigos. Com a comparação sendo inevitável, não tivemos outra escolha senão dedicar um espaço do show para essa homenagem ao grande Mr. Catra.

A música "Patricinha" está na boca de todo mundo! O que ela significa para o grupo?

F.B. - Sem dúvida ela é nosso xodó. Além de ser nossa primeira música de trabalho, o que já a deixa marcada em nossa trajetória, ela é uma música deliciosa, que adoramos tocar.

Vocês já vieram a Juiz de Fora algumas vezes e vão voltar para Start. O que acham do público da cidade?

F.B. - Dizemos que Juiz de Fora se tornou nossa segunda casa. Toda vez que tocamos na cidade, recebemos um carinho incrível e todos os shows estão sempre lotados.  

Pro próximo show aqui, tem alguma surpresa?

F.B. - Tem sim, mas surpresa é surpresa (risos). Estamos esperando todos pra dançar muito funk com a família Carrossel de Emoções!

O Bloco Funk se apresenta na sexta-feira (07/02), no La Rocca, no evento Start, que também conta com Natiruts. E aí, vai ficar de fora?

Zine Imóveis
// Imóveis em destaque!
Publicidade