Entrar
Clique aqui para entrar

5 dicas para potencializar o processo criativo - Zine Cultural

Blog

5 dicas para potencializar o processo criativo

Por: Rívia Petermann

Uma das grandes perguntas feitas pelos pensadores de plantão no mundo todo é "como estimular a criatividade?". Essa questão abre espaço para mais questionamentos, como, por exemplo, "as pessoas nascem criativas ou é algo que pode ser despertado e trabalhado?". Segundo Tarcízio Dalpra Jr., publicitário, diretor de criação, professor universitário, empresário (e outras cositas mais), "esse papo de criatividade como um dom divino é balela". E esse mito é derrubado com inúmeros embasamentos científicos. Para discorrer melhor sobre o assunto, batemos um papo com ele, quem entende do assunto, e descobrimos cinco dicas para quem quer expandir o processo criativo. Com a palavra, Tarcízio!

 


Imagem ilustrativa (retirada da internet)

 

Tarcízio Dalpra Jr.

"Nos últimos tempos, vários autores se propuseram a desconstruir o mito da genialidade. Isso mesmo! Esse papo de criatividade como um dom divino é balela. Kevin Ashton, em “A história secreta da criatividade”, defende que criar não tem nada a ver com genialidade, inspiração ou qualquer outra forma de excepcionalidade. Na verdade, o processo é banal - ainda que o resultado não o seja - e pode ser empreendido por qualquer um de nós. Já Steven Johnson, no livro “De onde vêm as boas ideias”, fala sobre o conceito de “possível adjacente”, ou seja: as grandes ideias são, inevitavelmente, limitadas pelas peças e habilidades que as cercam em determinado momento da história. O próprio Steve Jobs já declarou: “criatividade é somente ligar as coisas”. Resumindo: todos nós podemos ser mais criativos. Basta praticar. Abaixo, algumas dicas de técnicas e comportamentos para potencializar a criatividade."

 

1. ABSORVA TODO E QUALQUER TIPO DE INFORMAÇÃO!

A curiosidade é um pré-requisito fundamental para a criatividade. As novas ideias surgem fruto de uma combinação de informações já existentes. Ou seja, quanto mais informações adquirimos, mais possibilidades de combinações podemos fazer.

 

 

2. DÊ VALOR AO ÓCIO

O tempo livre e a contemplação pura e simples são fundamentais para a reconfiguração do seu quadro mental. Da mesma forma, fugir da rotina diária e buscar novos ambientes de geração de ideias são fundamentais para oxigenar a criatividade.

 

Imagem ilustrativa (retirada da internet)

 

3. ... MAS TAMBÉM DÊ ESPAÇO AO CAOS

Steven Johnson defende que um ambiente levemente caótico, que oscila entre ordem e anarquia, é o espaço ideal para que as ideias possam ser validadas. Quando ideias convergem para um ambiente compartilhado por pessoas que representam disciplinas diferentes, a criatividade passa a ser fortemente estimulada. Grande parte das inovações modernistas da década de 20, foram resultado de encontros nos cafés de Paris entre artistas, poetas, escritores que compartilharam interações e fizeram circular ideias aleatórias em um mesmo ambiente. Atualmente, podemos aplicar esse conceito aos modelos de coworking!

 

Imagem ilustrativa (retirada da internet)

 

4. BEBA CERVEJA!

É científico! O córtex cerebral controla o pensamento consciente, a fala e a interação. Quando o álcool atinge nosso córtex, a gente se sente menos focado, mas ele libera nosso cérebro de todas as distrações que normalmente o ocupam. Ou seja, quando o álcool no seu sangue chega em 0,07 (mais ou menos dois copos de cerveja), você se torna mais criativo! Ideal pra quem está buscando uma ideia inicial.

 

 

5. BEBA CAFÉ!

Mais ciência! O sono vem quando a adenosina se conecta com um receptor em nosso cérebro. Quando tomamos café, o receptor se conecta à cafeína, ao invés da adenosina. Rapidamente, você ganha mais energia e fortalece sua habilidade de atenção. Ou seja: a cerveja é bom pra dar o pontapé inicial em seu cérebro e assim ter grandes ideias. O café é excelente para se aprofundar e executar tais ideias.

 

 

Com essas dicas, é hora de parar de procrastinar e colocar a mão na massa. Ponto pra colocar tudo em prática? 

 

* Todas as dicas - e o texto - são de Tarcízio Dalpra Jr. 
** Matéria publicada originalmente em 17/11/2016

 

Zine Imóveis
// Imóveis em destaque!
Publicidade