Entrar
Clique aqui para entrar

07/04 - Dia do Jornalista | Bate papo sobre a profissão! - Zine Cultural

Blog

07/04 - Dia do Jornalista | Bate papo sobre a profissão!

Por: Karina Gomes

Hoje, 7 de abril, é o dia do jornalista! A página "Jornalismo da Depressão", no Facebook, é bastante querida entre estudantes e profissionais da área, por apresentar conteúdos divertidos sobre a profissão! Conversamos com quem está por trás dessas criações para entender de onde vem as inspirações e como esse jornalista enxerga o futuro desse ofício. E para entrar na brincadeira, faça o teste abaixo proposto pela página! 




Quem está por trás do "Jornalismo da Depressão" é o Rafe Aguiar, de 26 anos. Ele mora no Guarujá/SP e é formado em jornalismo uma faculdade de Santos/SP e agora cursa Tecnologia da Informação, para aliar esta profissão à comunicação. Batemos um papo com ele para saber de onde vem tanta criatividade e como funciona a página. Confira! 
 


Imagem: https://goo.gl/4akQaa

 

Como surgiu a ideia de criar a página?

A página começou no dia 1 de dezembro de 2011, quando eu estava terminando o 1º ano da faculdade. Eu tive a ideia de criar para as pessoas da turma, sem grandes pretenções de crescer. Porém, durante o primeiro mês de página, ela cresceu bastante e fiquei muito eufórico com os primeiros curtidores e, quando vi, já estava com 10 mil seguidores. Então passei a enxergar o enorme potencial em explorar o assunto da página.


Qual é a proposta do "Jornalismo da Depressão"?

A proposta é conectar os jornalistas, tornar a profissao mais unida, passar alumas informações, divertir e entreter com um humor para jornalista. Além disso, é mostrar coisas legais da nossa carreira, algumas perspectivas bacanas. Tento fazer o máximo possivel para deixar todos os "novinhos", que é como apelido os seguidores, à par de tudo. É um tabalho que eu faço com muita dedicação e carinho, sempre pensando no que melhor para os seguidores. Eu não tento romantizar o jornalismo, mas sim passar o máximo de realidade possível. É legal enxergar um pouco da realidade pra saber se é isso mesmo que você quer cursar e escolher o melhor pra você.

 


Imagem retirada do Facebook "Jornalismo da Depressão"
 

Como você enxerga o futuro dessa profissão?

Como o mundo está começando a ficar mais digital, acho que o jornalismo vai abrir uma vertente muito boa, porém, ainda falta alguém encontrar qual é o segredo mágico para produzir um jornalismo sustentável. Porque o maior problema do jornalismo é a sustentabilidade do negócio. E querendo ou não, jornalismo é uma empresa e tem que se bancar e se manter, e nós não sabemos ainda como fazer isso direito. A gente sabe como fazer isso com conteúdos de entretenimento, mas como notícia em si não temos ainda o conhecimento sobre fazer um jornalismo sustentável. O entretenimento e a publicidade são interessantes, mas as pessoas querem informação. E o jornalismo é um braço muito grande da comunicação. Então acho que dentro de 5, 10 anos a gente comece a ter um cenário diferente. Eu não sei se será positivo ou negativo, vai depender muito dessa geração que agora está se formando. Eu me formei há 2 anos e estou batalhando e estudando para conseguir fazer algumas outras ações. E isso vai depender de outros colegas: sobre como estamos produzindo e trabalhando. E também envolve a questão da colaboração
 

Como você define o papel do jornalista no entretenimento?

O jornalismo é uma forma de entretenimento, a gente não pode negar, porque muitas pessoas levam a leitura como um hobby. Mas ele não é um protagonista. É apenas como se fosse um personagem da história. Porém, o jornalismo sobre entretenimento é tão importante quanto outras áreas, como por exemplo o investigativo e o esportivo. Tudo o que tratar de comunicação, toda imformação que a gente puder passar para o público, é necessário. 
 

Qual é o recado que você deixa aos colegas de profissão nesta data, o Dia do Jornalista?

Eu acho que quem quer fazer ou está fazendo jornalismo tem que ter muita coragem, disciplina e aprender a colaborar para transformar essa profissão em algo mais bem remunerado, reconhecido e necessário. Porque a gente está passando por uma fase no mercado profissonal que não é muito agradável. Vemos profissionais desempregados e poucas oportunidades de trabalho, então é uma fase de mudança. Quem estiver disposto a mudar, é super bem-vindo. Não venha para o jornalismo apenas para fazer o que já é feito, venha para agregar, para você e para outras pessoas. Porque quando você faz um bem coletivo, todo mundo sai ganhando, não só você. O ganho próprio é muito limitado, então acho que as pessoas têm que entrar no jornalismo pra trazer mudanças, trazer coisas novas e melhores não só para você, mas também para o público




Queremos parabenizar a todos os jornalista pela data! Reconhecemos a importância desses profissionais para a sociedade e desejamos que essa seja uma área que tenha cada vez mais reconhecimento e crescimento! 👏📰 Clique aqui e confira nossa homenagem à equipe de jornalismo do Zine Cultural! 

Zine Imóveis
// Imóveis em destaque!
Publicidade