Entrar
Clique aqui para entrar

O encantador de multidões - Zine Cultural

Blog

O encantador de multidões

Por: Alexandre Silveira

DJ Zulu completa 20 anos de carreira! Batemos um papo com ele
sobre essas duas décadas de sucesso.
 
Nas ruas da Índia é comum encontrarmos nas ruas o "encantador de serpentes", um tipo de artista capaz de hipnotizar cobras apenas tocando uma flauta. Em Juiz de Fora, cidade mineira tão distante do populoso país da Ásia Meridional, não possuímos nas ruas tal profissional. Porém, temos aqui um encantador de multidões! Saem as flautas, entram as pick ups, saem os  ofídios, entram duas, cinco, dez mil pessoas dançando hipnotizadas ao som que emana do set list do DJ Zulu. 

Batizado Jeferson Gonçalve dos Santos, foi sua mãe - Dona Ana Eliza - que o apelidou, ainda criança, de Zulu. Para ela, seu herdeiro possuía as características dos guerreiros africanos, uma nação valente que resistiu à invasão imperialista britânica e bôere no século XIX. E foi esse espírito de lutador, incentivado desde cedo dentro de casa, que o fez perceber uma oportunidade para deixar o "bico" como segurança para transfomar-se no DJ Zulu que conhecemos hoje. 
Para celebrar os 20 anos de carreira, o DJ, em parceria com a Authorar Filmes, veiculou na semana passada um clipe em homenagem à data histórica. Entre planos para o futuro está a residência em uma nova casa noturna que será inaugurada na cidade - Avalon Music. Confira agora nosso bate-papo com DJ Zulu:
 
Como foi a escolha da profissão DJ? Conte-nos sobre o início da sua carreira?
A escolha se deu em um evento com o Grupo Só Pinta no saudoso Lua Bonita, na BR-040, em uma noite que o DJ contratado faltou. Naquela época, eu era segurança do evento, já namorava essa profissão e tinha um set musical preparado. Diante daquela oportunidade, me apresentei com DJ e o Marcelo Nader, do Só Pinta, me apresentou como DJ Zulu. Foi como tudo começou!

 
Você já teve a oportunidade de tocar ao lado de um ídolo? Quem é e como foi a experiência?
Recentemente realizei o sonho de tocar ao lado de um artista que sempre considerei um ícone. Atualmente, ele é "bambambam" no Brasil, porém, eu já o acompanho há mais de 15 anos: o Dennis DJ. Tocamos juntos recentemente no palco do club Observatório, na cidade mineira de Barbacena.
 

 

Duas décadas de carreira, inúmeras apresentações... Quais são seus próximos desafios profissionais? 

O maior desafio está por concretizar: será a consagração do meu trabalho na mais nova casa de shows de Juiz de Fora, a Avalon Music. Meu projeto é lançar um show com dançarinas, repertório surpreendente, uma mega apresentação ao vivo na MPC (bateria eletrônica) e com  produção artística profissional assinada por mim. Quero apresentar um trabalho de excelente qualidade para poder viajar e apresentá-lo em mais cidades, até mesmo fora do nosso estado. Tenho ótimos contatos com veículos paulistas para levar este projeto para Sampa.

Após duas décadas de trabalho, existe alguma música que nunca saiu do seu playlist?

Claro! "Glamourosa - Rainha do Funk" do querido Mc Marcinho. Essa música é incontestável e não pode ficar de fora por onde passo.

Para finalizar, quer mandar algum recado para os internautas do Zine Cultural depois desses 20 anos de carreira?

Sim... Com o maior prazer! Gostaria que todos ajudassem a compartilhar este clipe em comemoração aos meus 20 anos de estrada. Podem aguardar que esse ano venho com um trabalho de muita qualidade para a noite de Juiz de Fora em uma nova casa noturna. Mais uma mega opção de qualidade nas baladas da cidade.

 
Assista o clipe dos 20 anos de carreira do DJ Zulu:
 
Zine Imóveis
// Imóveis em destaque!
Publicidade