Entrar
Clique aqui para entrar

A Lei Murilo Mendes está de volta e comemora 25 anos! - Zine Cultural

Blog

A Lei Murilo Mendes está de volta e comemora 25 anos!

Por: Marcela Viana

A Lei Murilo Mendes é um dispositivo de incentivo a cultura no interior, proposta em 1993 pelo ex-vereador Vanderlei Tomaz, e aprovada um ano depois. Desde 1995, a norma funciona como patrocinadora de projetos culturais e artísticos na cidade, como a produção de peças, exposições, livros, dvd's, cd's e mais. Após 2 anos de hiato por questões financeiras, o regulamento retorna em 2019 com o maior teto disponível para cada projeto desde a primeira edição. O limite por iniciativa foi definido em 35 mil reais e a liberação de recursos totais ficou em R$ 1,5 milhão. Para participar, o fica edital fica aberto do dia 27/08 a 27/09, e você pode fazer a sua inscrição online, ou na sede da Funalfa. Veja abaixo outros detalhes sobre a Lei Murilo Mendes.

 

Confira as mudanças na Lei Murilo Mendes de 1995 a 2016


(Tabela de dados sobre a Lei Murilo Mendes disponibilizada pelo Programa Cultural Murilo Mendes)

 

Segundo release do Programa Cultural Murilo Mendes (Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage), o diferencial do incentivo à produção cultural por meio de seleção pública está na formação de um canal de diálogo entre o poder Público e a sociedade civil. Desse modo, a prefeitura toma conhecimento das iniciativas e ações culturais que existem e pode abrir espaço para essas novas idéias e propostas. Essa troca estimula a criatividade e a diversidade de ações e agentes culturais contemplados.

 

👉 Clique aqui para acessar o site institucional da FUNALFA 👈

 

lei murilo mendes jf
Murilo Mendes foi um escritor e poeta da segunda fase do modernismo brasileiro, que nasceu em Juiz de Fora em 1901 (Foto: Toda Matéria via Google Imagens)

 

“Apesar da crise econômica que estamos vivendo, conseguimos disponibilizar, com muito esforço, o maior recurso já oferecido pela lei durante toda a sua existência. Cerca de 30% do que é aplicado na cultura, retorna ao cidadão. Ações de cultura também são ações de lazer e saúde, pois, saúde é a busca do bem-estar integral da pessoa”

- Antônio Almas, prefeito de Juiz de Fora

 

As iniciativas escolhidas pela Lei Murilo Mendes, como retorno, entregam parte do resultado da produção para a Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa). No caso de um livro, por exemplo, 30% das edições publicadas são destinadas à instituição, que as distribui para bibliotecas públicas e comunitárias, escolas e entidades. Parte dessa divisão fica também na sede do órgão, à disposição da população, que pode adquirir os títulos gratuitamente. 

 

Relatório de distribuição de produtos pela Funalfa de 2018 a 2013*:

2018: 4069 livros | 1779 CD's | 157 DVD's
2017: 7560 livros | 3102 CD's | 284  DVD's
2016: 8.089 livros | 4.357 CD's | 517 DVD's
2015: 8.299 livros | 3.382 CD's | 560 DVD's
2014: 9406 livros | 3653 CD's | 490 DVD's
2013: 11200 livros | 2850 CD's | 418 DVD's


*Dados disponibilizados pelo Programa Cultural Murilo Mendes

 

Curtiu esse conteúdo? Então compartilhe essa informação com o seu amigo artista e ajude a incentivar a cultura na cidade.

 

lei murilo mendes 2019
Incentivar a cultura na era da internet é fundamental para ensinar aos mais jovens formas de refletir e discutir sobre o passado, o presente e o futuro. Além de nos proporcionar outras maneiras de enxergar o mundo e interpretar o que está a nossa volta (Foto: Giphy)

 

Confira também: 


Afinidades Afetivas da 33ª Bienal de São Paulo

30º Festival de Música Colonial Brasileira e Música Antiga

Exposição "Berro", no Fórum da Cultura

Cine-Clube Memorial

Lançamento do livro "Contos do Avesso"

Zine Imóveis
// Imóveis em destaque!
Publicidade