Entrar
Clique aqui para entrar

Conexão musical - Zine Cultural

Blog

Conexão musical

Por: Talita Scoralick

Lívia, ou Nêga Lucas, é juiz-forana e mora há sete anos em Barcelona. Com grande sensibilidade, é dona de uma voz delicada e forte, que dá ao samba um tom único. A cantora mineira já se apresentou em diversas cidades do Brasil e da Europa e volta à Juiz de Fora para show no Bar da Fábrica, neste sábado (08), compartilhando o palco com o músico Lucas Soares, e lançando o seu novo clip “Vaso Vazio”. Em entrevista ao Zine Cultural, ela fala sobre sua relação com a música e o que a faz mais feliz.

O que esse intercâmbio cultural de permear cidades tão diferentes acrescentou de mais importante para você?

NL: O fato de ter viajado muito desde que saí de juiz de fora me ajudou a abrir a cabeça, a conhecer, aceitar e entender outras culturas, a ver-me de outra maneira através dos lugares e das pessoas. Isso transforma minha vida e minha música a cada dia, e me inspira a cantar com mais entrega, pois entendi, cantando em diversas partes do mundo, que o que realmente chega no coração das pessoas é a intenção que a música contém. A mensagem é importante sim para quem escuta uma canção, porém a entrega e a conexão entre expectador e artista transcendem a barreira cultural e linguística, e transformam os sentimentos de maneira mais profunda.

Como é se apresentar na sua cidade natal?

NL: É muito especial poder cantar para muita gente querida, encontrar amigos e família, fazer música para eles, sentir o calor e o carinho de um público que acompanha a minha carreira há muitos anos, e me conhece como artista desde que comecei a cantar. Isso é uma jóia!

Como você define Lívia e Nêga?

NL: Nêga é uma das personagens da Lívia, é a personagem cantora, que dá vida a toda criatividade que por ela passa e incorpora essa música pelos palcos, Nêga é um instrumento que me permite chegar ao público desfrutando plenamente a música. Nêga me permite ser outras mulheres, manifestar características que a Lívia mantém adormecidas, e entrar em contato com uma sensação indescritível cantando e trocando energia com tanta gente. A Lívia é um pouco mais pirada que a Nêga, também um pouco mais séria, mais introspectiva, mais figura, usa óculos, não usa maquiagem, fala pelos cotovelos, mas adora ficar quieta por horas a fio. É mas escrachada, mais introspectiva, bem aérea, meio clown, sorridente e desajeitada. A nêga gosta de protagonismo pra caramba, a Lívia está buscando deixá-lo nas mão da nêga, pra viver mais tranquila, e mais feliz.

O que te faz plenamente feliz?

NL: Estar só, em silêncio, rodeada de natureza, me faz plenamente feliz. Cantar, esquecer que existo por alguns minutos, acompanhada de músicos queridos, e rodeada de gente tão leve quanto o som, me faz plenamente feliz. Dançar loucamente, escrever poesia, cozinhar para meus amigos, dar um abraço cheio de boas vibrações, rir com a minha família, brincar com crianças, dar amor... Ser amada me faz plenamente feliz.

Quais são os próximos planos na carreira? Pode revelar alguns?

NL: Acabo de estrear um novo show, e quero rodar com ele pela Europa. Pretendo também voltar ao Brasil e apresentá-lo. Sigo compondo bastante, e escrevendo textos... Estou finalizando um vídeoclip, e planejando produzir um vídeo ao vivo com a banda que me acompanha em Barcelona.

E é claro que a gente vai acompanhar, de perto ou longe!

Zine Imóveis
// Imóveis em destaque!
Publicidade