Entrar
Clique aqui para entrar

Registrando os melhores lances - Zine Cultural

Blog

Registrando os melhores lances

Por: Vinícius Barreto e Talita Scoralick

Enquanto você assiste as partidas, eles assistem você. Escalados para cobrir os jogos da Copa pelos bares e restaurantes da cidade, nossos fotógrafos se equilibram com um olho no gol e outro na lente para registrar as presenças, os momentos e, claro, a animação da galera a cada passe de bola. Por isso, conversamos com essa equipe que dá um show fora dos campos para saber como é a experiência de trabalhar enquanto você e todo o mundo parou para torcer pelo Brasil.


Wagner Emerich

"Desde o começo, eu já sabia que iria trabalhar na Copa. Mesmo não estando com meus amigos, sempre estou em lugares cheios e animados. Você acaba interagindo com o pessoal do lugar onde está fotografando e sente a emoção da Copa. Enquanto a galera espera o gol, eu espero a comemoração deles pra poder fazer os cliques. Fica muito mais fácil fotografar quando o Brasil ganha, todo mundo comemorando e se divertindo rendem fotos muito mais bacanas", ressalta Wagner. 


Rodrigo Paschoalino 

"É ótimo trabalhar assim. Eu trabalho com a diversão dos outros, fico esperando o momento certo pra poder eternizar a comemoração de um gol em uma foto. Antes do jogo sempre rola um friozinho na barriga e uma ansiedade. A gente tenta ver o jogo quando dá, mas sempre concentrado no trabalho. Uma vez, estava fazendo uma foto e saiu um gol do Brasil, na hora tive que fazer a foto da galera comemorando e acabei esquecendo o bolão do Zine com a menina que fotografava antes. Depois de um tempo que fui achar o bolão perdido", brinca, o também cinegrafista, Rodrigo.


Amanda Coutinho

"É impossível não se divertir também, o clima é contagiante. A gente aproveita, mas não com a mesma intensidade de quem está lá só pra assistir. Dá pra acompanhar o jogo pelas reações das pessoas também, dá pra sacar o que está rolando só com as expressões delas. Mas tem hora que não tem jeito, ou você presta atenção no jogo ou fotografa o momento. Eu prefiro fotografar. E com o passar dos minutos, a gente vê as transformações das pessoas. Algumas não querem ser clicadas, mas no final até pedem foto", comenta Coutinho.


Anderson Ferreira

"A gente também se prepara antes. Checa todo o material com antecedência, lentes, cartão de memória, bateria, flash. E quando eu chego é um olho na câmera e outro na TV. Enquanto a bola está no pé dos jogadores, nossa bolinha está nas mãos dos fotografados", conclui Anderson. 

  • Para acompanhar o trabalho dessa galera, é só clicar no nosso  Zine Mania. Corre lá!
  • TV Zine: quer assisitr uma entrevista com eles? Vem cá!
     

Zine Imóveis
// Imóveis em destaque!
Publicidade