Entrar
Clique aqui para entrar

Rock em Juiz de Fora: vem aí o JF Rock City - Zine Cultural

Blog

Rock em Juiz de Fora: vem aí outra edição do JF Rock City!

Por: Débora Vilela

Chegou a hora de falar do rock em Juiz de Fora! Separe o casaco de couro, os coturnos e aquela playlist com os clássicos do ritmo que você monta faz anos. Esse conteúdo é para você! O JF Rock City está de volta e ocorre do dia 05 a 13 de junho. Não conhece o evento? O #Zine apresenta abaixo informações sobre o festival e ainda te conta um pouco sobre a história e curiosidades do Rock. 
 


Beavis e Butt-Head estão tão animados quanto você para conferir o que rola de rock em Juiz de Fora!
 

Rock em Juiz de Fora: nova edição JF Rock City!


Aclamado, o JF Rock City está de volta no pedaço. O evento celebra 11 anos de realização, com 14 edições de apoio à cena cultural regional. Antes conhecido pelo slogan "Rock Contra o Câncer", o agora "Rock Pela Vida" ampliará a causa por trás de cada acorde apesentado nos palcos. Na última realização, a produção da festa trouxe para Juiz de Fora artistas de renome nacional, como a banda Sepultura (Belo Horizonte). Já neste ano, a ideia é focar nos talentos locais - apenas artistas de Juiz de Fora se apresentam.
 


A banda Cravo se apresenta no terceiro dia de JF Rock City


A iniciativa conta com 32 shows e faz assim uma alusão ao DDD (032) da Zona da Mata Mineira. Esse número de shows em uma única edição é um recorde para o evento. Além disso, o JF Rock City conta com 3 workshops de profissionalização e 3 debates, que tem o intuito de buscar novos talentos na cidade por meio da troca de experiências. 



Ithamar Alvim ministra o curso"Produção de Palco" no JF Rock City, em Juiz de Fora 
 

Seletiva JF Rock City


Neste ano, ocorre uma seletiva durante o evento. A iniciativa selecionará por meio de voto popular quatro shows para completar o cast do festival. 
 



JF Rock City 2018 (Foto: Flashzone)
 

Objetivos


1- Possibilitar que os artistas da cena musical alternativa da cidade se apresentem juntos, a fim de movimentar o cenário musical regional;

2- Possibilitar a troca de experiências, o primeiro contato e o surgimento de novos talentos por meio da inspiração que a marca traz para a cidade com uma baita infraestrutura;

3- Arrecadar e doar 10 toneladas de alimentos não perecíveis ou ração para instituições filantrópicas, ONGs e famílias carentes;

4- Possibilitar a mistura de públicos de diferentes estilos para assim multiplicar os resultados dos músicos locais por todo o ano;

5- Atrair os olhares de toda mídia regional para Juiz de Fora e sua classe artística;

6- Impulsionar a cidade como rota essencial para grandes artistas, com o intuito de abrir espaço para o crescimento e divulgação dos artistas locais;

7- Impulsionar todas as marcas que abrem espaço e/ou provém facilidades para a realização do festival.

 

Rock em Juiz de Fora
 

 

Novidade Solidária 


📌Além de ajudar instituições de caridade e de lutas sociais, o Festival promove  doações para animais por meio de diferentes ONGs com enfoque nessa vertente. Por isso, a entrada do JF Rock City ocorre por meio da doação de 1 kg de alimento não perecível (com exceção de sal e fubá) ou de ração (para qualquer tipo de animal). O conceito central é o mesmo de sempre, transformar shows culturais de artistas regionais em doações que mudam vidas.

 


JF Rock City - Rock Pela Vida 
 

A décima quarta edição do JF Rock City chega com fôlego para bater os recordes de arrecadação dos anos anteriores e plantar, mais uma vez, a bandeira do Rock Pela Vida em Juiz de Fora. 




A edição 2019 do JF Rock City, em Juiz de Fora, realiza o recorde de 32 shows (Foto: Flashzone)
 

📌 O JF Rock City convida toda a galera para construir um evento lindo, de grande porte, solidário e claro, com MUITO Rock n' Roll!

 

👉 Confira nossa agenda com a programação completa do JF Rock City 👈


 


 

Agora que você já sabe tudo sobre esse festival de Rock em Juiz de Fora, que tal ficar por dentro da história e curiosidades do gênero musical? 

 

Dia Mundial do Rock no Brasil 


Em julho, é comemorado o Dia Mundial do Rock, porém, essa data especíica só é celebrada no Brasil, desde meados dos anos 1990. A data é uma homenagem ao Live Aid - concerto de rock realizado no mesmo dia da comemoração. O evento foi composto por dois shows simultâneos, um em Londres e outro na Filadélfia, com 12 horas de duração e alguns dos maiores artistas e bandas de todos os tempos, além dos diversos eventos de apoio ao redor do mundo. O objetivo principal da iniciativa, era encaminhar doações para combater a fome na Etiópia. 
 


Imagem histórica do evento beneficente Live Aid
 

A primeira vez que a expressão "Rock" foi usada 


A primeira vez que a expressão rock foi usada em uma música, foi com a cantora de Blues, Trixie Smith, em 1922, nos Estados Unidos. A música não era do gênero e a expressão era para incentivar casais a irem dançar e depois, fazer algo a mais. Captaram? 👀

 


Trixie Smith foi uma cantora afro-americana do gênero de blues  (Foto: Divulgação) 


O duplo sentido da palavra foi marcante na popularização do termo em outros gêneros musicais, como no blues e na música country. Na década de 1930, surge uma inovação tecnológica essencial para o que seria o rock além dessa palavra dita por Trixie. A versão elétrica dos instrumentos, como a guitarra e o baixo, que já eram populares como instrumentos acústicos e também o microfone, marcavam o início de um novo gênero musical, esse tal de rock. 
 

Sobre os Instrumentos 


​​​​​​
O baixo (à esquerda), microfone (ao meio) e a guitarra (à direita) eram populares como instrumentos acústicos do Rock (Foto: Internet)

 

Quem são os pais do Rock? 


No restante da década de 1930 e na década de 1940, existiram diversos e importantes artistas que misturaram suas influências e habilidades, nos Estados Unidos. Por isso, é difícil dizer que somente um indivíduo seja o pai ou a mãe do rock em meio a tantas possibilidades - cada um possui a sua participação. 
 

 

O Rock como gênero rebeldia nos cinemas 


Essa imagem de rebeldia, principalmente no cinema, fascinava os jovens. No filme "Juventude Transviada - Rebelde Sem Causa", Jim Stark é um rapaz problemático que curte rock e acaba preso por causar danos à sociedade.
 


 

Expressão Rock N' Roll


Foi no rádio, em 1951, que o DJ Alan Freed disse pela primeira vez a expressão rock n' roll para nomear um gênero musical, na década de 1950.



DJ Alan Freed (Foto: Divulgação) 
 

 Rock - Um dos estilos mais populares do mundo


Hoje, o rock e seus subgêneros são um dos estilos musicais mais populares do mundo com vários recordes de vendas e de público. Por exemplo, os Beatles são os artistas que mais venderam álbuns em todos os tempos, isso sem falar da influência cultural, social e política. O Live Aid, mencionado anteriormente, arrecadou 150 milhões de libras na época, algo em torno de meio bilhão de libras. Ele é só um dos vários shows e eventos musicais que colaboraram com pautas importantes e com a diversão e expressão cultural nas ultimas décadas. 




The Beatles (Foto: Internet)
 

Os "chifres" do Heavy Metal 


Ronnie James Dio ficou conhecido por popularizar o sinal dos" chifres" no heavy metal. Sua avó italiana costumava usar o gesto para afastar o mau olhado. Dio começou a usá-lo após entrar para o Black Sabbath, em 1979.  
 


Ronnie James Dio ficou conhecido por popularizar os chifres do heavy metal (Foto: Internet) 

 

E aí? Gostou de saber um pouco sobre o Rock junto com as informações do tão aclamado JF Rock City? Conta pra gente nos comentários 👇

Zine Imóveis
// Imóveis em destaque!
Publicidade