Entrar
Clique aqui para entrar

Segue de volta? - Zine Cultural

Blog

Segue de volta?

Por: Natália Andrade

Uma brincaceira que começou entre amigos e se transformou em um trabalho sólido no meio da música, com foco no pagode e no samba. Essa é a história do Grupo Alquimia que, com quatro anos de existência, já tem um EP e agora se prepara para lançar o primeiro CD da carreira. Intitulado "#SeguindoVC", o trabalho é formado por músicas inéditas e promete ser um grande passo na trajetória dos integrantes Mateus Marchiote, Alexandre Ronzani, Renato Fazza, Rodrigo Pires e Leo Miroudo. Para entrar no clima do lançamento, batemos um papo com os meninos do Alquimia.
Como foi o processo de produção e gravação desse primeiro CD?
O CD foi idealizado em janeiro de 2015, inicialmente para ser lançado com sete músicas no meio do ano. Porém, foram surgindo possibilidades de fazer algo maior em termos de qualidade e quantidade de músicas. Dentro disso, surgiu a oportunidade de gravarmos dez canções inéditas, dirigidas pelo Alex Pereira, que já havia trabalhado no primeiro EP. Dessa vez, gravaríamos no Prateado Vips Studio, no RJ, que é um dos melhores e mais conceituados do país. Lá tivemos a honra de receber arranjos feitos e tocados por Jota Moraes, Michel Fujiwara e Wilson Prateado. Com esse upgrade no trabalho, mudamos o lançamento para o fim do ano.


Qual é a explicação por trás do nome do disco “#SeguindoVC”?
Como todos sabem, hoje o mundo gira em torno das mídias sociais. E com o Alquimia não é diferente. Usamos muito essas redes para divulgar nosso trabalho, os shows e ter uma interatividade maior com o público. Algumas músicas desse disco tem esse direcionamento. E como fazemos tudo isso visando as pessoas que curtem nosso trabalho, acaba que não são apenas as pessoas que seguem nos seguem, temso também o obejtivo de seguir quem nos acompanha. Dessa dinâmica surgiu o nome desse disco!
Falando das canções do disco, de quem são as composições? Existem músicas autorais do grupo?
As dez músicas desse trabalho são inéditas e vêm de vários compositores. Existem composições de integrantes do grupo - Mateus e Rodrigo -, do Igor Rodrigues, nosso amigo, Alex Pereira, Edy Moraes e de nomes consagrados nacionalmente, como o Edgar do Cavaco e o Douglas Lacerda. 
O que esse primeiro CD representa na carreira do Grupo Alquimia?
Pra nós representa um marco, um divisor de etapas. Representa mais um degrau nessa caminhada do sonho de viver da música. Investimos alto e procuramos fazer o melhor trabalho possível com as melhores e mais preparadas pessoas do ramo. Esperamos conseguir com este trabalho um alcance nacional, tendo em vista a qualidade do mesmo.

Para finalizar, o que vocês esperam desse show de lançamento no Cultural Bar?
Conseguir lançar nosso trabalho no Cultural é a realização de mais uma meta na nossa carreira. Uma casa tradicional, bonita e aconchegante. Ter as portas dessa casa  aberta para nós é uma grande honra e motivo de muita felicidade. Temos certeza que estará lotada com todos os amigos e fãs do nosso trabalho, e também muita gente que passará a conhecer e admirar nosso trabalho. Receberemos como participação especial Leandro Lopes (conhecido como Pica Pau, vencedor do Ídolos 2006 e ex-vocalista do Rapazolla), DJs Célio Negrão e X-Lunatic, Michel Fujiwara (guitarrista do Sorriso Maroto) e Guh Silva (percussionista do Nosso Sentimento). Será um dia muito especial!
O show de lançamento do CD acontece neste domingo (20), no Cultural Bar, a partir das 18h., e nossa cobertura #ZineMania marca presença por lá! Para mais informações, acesse nossa agenda. Marque presença na festa e confira em primeira mão o "#SeguindoVC"!
Zine Imóveis
// Imóveis em destaque!
Publicidade